Uberlandenses compartilham desafios e conquistas no mercado empreendedor feminino


Sexta, Março 9, 2018



09:16



o sonho de abrir a própria empresa leva muitas mulheres a seguir na linha contínua dos objetivos de vida. Elas querem sempre inovar e buscar um novo propósito dentro do mercado de trabalho, levando em consideração o próprio bem-estar e da família. Pelos menos essas são as impressões de três empreendedoras de Uberlândia que, apesar dos desafios, se sentem realizadas com as conquistas diárias no mundo dos negócios.

Odontóloga Cyntia Galvão é proprietária de uma clínica de odontologia estética no Bairro Karaíba (Foto: Cyntia Galvão/Arquivo Pessoal )Odontóloga Cyntia Galvão é proprietária de uma clínica de odontologia estética no Bairro Karaíba (Foto: Cyntia Galvão/Arquivo Pessoal )

Odontóloga Cyntia Galvão é proprietária de uma clínica de odontologia estética no Bairro Karaíba (Foto: Cyntia Galvão/Arquivo Pessoal )

A odontóloga Cyntia Galvão, de 47 anos, abriu a própria clínica no Bairro Karaíba há cerca de seis anos e desde então passou a conciliar o cargo profissional e de gestão com a dedicação ao marido e aos filhos de 18 e 17 anos.

O processo de adaptação à nova rotina e responsabilidades não foi fácil, mas a empresária concentrou os pensamentos naquilo que a motivava. "Você tem uma missão maior ao ser empreendedora, porque é algo que toma muito o nosso tempo. Mas eu me sinto muito realizada porque tudo o que eu sonhei profissionalmente eu consegui. Me capacitei e ainda procuro aprender muito sobre empreendedorismo”, disse.

Com a chocolatier Ana Angélica Alves, de 39 anos, também não foi muito diferente. Depois de trabalhar em casa e informalmente por quase 10 anos, ela decidiu investir no sonho e abrir a empresa no ramo de doces e chocolates no Bairro Tabajaras.

"No primeiro momento dá muita vontade de desistir porque, de certa forma, esse segmento ainda é muito informal e tem gente que não entende os valores praticados pelas empresas formais com quem produz os doces em casa. Temos uma estrutura, funcionários registrados e hoje tenho a consciência de que se quero expandir a demanda, preciso contratar mais”, comentou Ana.

Ana Angélica abriu a empresa no ramo de doces e chocolates e já celebra crescimento no faturamento (Foto: Ana Angélica Alves/Arquivo Pessoal)Ana Angélica abriu a empresa no ramo de doces e chocolates e já celebra crescimento no faturamento (Foto: Ana Angélica Alves/Arquivo Pessoal)

Ana Angélica abriu a empresa no ramo de doces e chocolates e já celebra crescimento no faturamento (Foto: Ana Angélica Alves/Arquivo Pessoal)

A empresa vai para o quarto ano de instalação e já vem comemorando os resultados. O primeiro bimestre deste ano, que já é atípico para o segmento, registrou um aumento de 30% nas vendas em relação ao mesmo período de 2017. Além disso, a empreendedora contratou uma consultoria para implementar um sistema financeiro na empresa e acompanhar melhor o negócio e de forma informatizada.

Mulheres empreendedoras

Pensando no sucesso dos negócios, outra ponto que Ana e Cyntia não abriram mão foi do momento dedicado para troca de experiência com outras mulheres empresárias. Elas são integrantes do Conselho da Mulher Empreendedora (Aciub Mulher) e se reúnem quinzenalmente na sede da Associação Comercial e Industrial de Uberlândia.

De acordo com a executiva e presidente do núcleo, Isabel Rosita, atualmente 50 mulheres participam de reuniões dedicadas ao estímulo do empreendedorismo feminino na cidade. As atividades desenvolvidas visam o aprimoramento profissional das mulheres, bem como o desenvolvimento das empresas que impactam diretamente na economia local.


General  

0 0


Seu nome*

Endereço de e-mail*

Comentários*
Você pode usar estas tags HTML:<p> <u> <i> <b> <strong> <del> <code> <hr> <em> <ul> <li> <ol> <span> <div>

Código de verificação*
 
*





Jornal Sindsime










ASSUNTOS

.


ARTIGOS RECENTES


COMENTÁRIOS RECENTES


ARQUIVOS



TOPICOS